Tempos Radiante

HÁ TEMPOS QUE NÃO MORREM..E SE FOREM TEMPOS RADIANTE , ELES TORNAM ETERNAS AS PESSOAS QUE NELE SE ENVOLVEM.... ( a de Antônio )

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Curitiba recebe festival que une arte e comunicação

Festival Curitiba Comunica Cultura traz mais de 40 apresentações de diferentes manifestações artísticas
Entre os dias 6 e 9 de setembro, a capital paranaense recebe o Festival Curitiba Comunica Cultura, que acontece paralelamente à 40ª edição do Intercom - Congresso Nacional de Comunicação, sediado pela Universidade Positivo (UP). O festival tem como foco a disseminação das formas de comunicação humana traduzidas por meio de linguagens artísticas, como teatro, música, dança e folclore, e conta também com o apoio da Prefeitura de Curitiba, Ministério da Cultura e Rede Condor. A entrada é gratuita e aberta à comunidade.
Participam do Festival mais de 150 artistas, entre palhaços, companhias de dança, grafiteiros, atores, músicos instrumentistas e cantores. Segundo o coordenador de produção do Festival Curitiba Comunica Cultura, James Henrique, a intenção é mostrar que a comunicação também se faz por meio da arte. “Aproveitando a presença de tantos profissionais no Intercom, queremos mostrar essa outra forma da comunicação, não só a escrita, mas a artística, em seu amplo sentido”, explica. Além disso, o produtor ainda ressalta que os palcos são diferentes dos que normalmente acontecem as manifestações culturais, como cantinas, estacionamentos e locais comuns da universidade. Daysinha Carvalho divide com James Henrique a coordenação do Festival, dirigido por Jô Braska Negrão.
No Intercom são reunidos, tradicionalmente, mais de 4 mil alunos de graduação e pós-graduação, pesquisadores e profissionais da área de comunicação. Nele, são debatidos tópicos de Jornalismo, Relações Públicas, Publicidade, Rádio, Televisão, Cinema, Produção Editorial e de Conteúdo para Mídias Digitais e Políticas Públicas de Comunicação, entre outros.

Confira a programação completa do Festival Comunica Cultura :
06/09 – Quarta-feira

ESPAÇO MÚLTIPLO
08h30 às 10h30 - Teatro do Improviso
Palhacx Gourmet – Palco Foyer Auditório Bloco da Pós- Graduação

11h30 às 12h – Teatro de Revista
Coral Vivarte – Musical Raízes- Palco Foyer Auditório Bloco Pós- Graduação

11h30 às 12h - Teatro # Comunicação
Dueto # e @ - Espaço Múltiplo*

12h às 12h30 – Dança
Cias de Dança – Studio Juliana Ribeiro / Grupo Corpo e Arte/Cia Masculina de Dança Jair Moraes - Palco Foyer Auditório Bloco da Pós-Graduação

12h30 às 13h –Teatro Musical
Lenhador Parrudo – Trio Pop Rock - Palco Food Truck –Estacionamento E8

13h às 14h - Teatro # Comunicação
Dueto # e @ - Espaço Múltiplo*

13h30 às 14h – Teatro
A Bailarina – Palco Foyer Auditório bloco da Pós-Graduação

BLOCO AMARELO
13h às 13h30 – Dança
Cias de Dança: Studio Juliana Ribeiro / Grupo Corpo e Arte/ Cia Masculina de Dança Jair Moraes – Palco -Foyer

13h30 às 14h - Teatro do Improviso
Palhacx Gourmet – Palco - Cantina

BLOCO AZUL
12h às 13h – Teatro Musical
Instrumental - Deni Ribas - Palco –Cantina

13h às 13h30 – Teatro de Revista
Coral Vivarte – Musical Raízes - Palco - Acesso Principal

13h30 às 14h -Dança Brasil –Espanha
Cia Aire Flamenco - Palco - Foyer

PALCO - EIXO DE VIVÊNCIA
17h30 às 18h - Teatro # Comunicação
Dueto # e @ - Espaço Múltiplo*

18h às 19h – Espetáculo União dos Povos
Feira Cultural - Grupos Folclóricos

07/09 – Quinta-feira

ESPAÇO MÚLTIPLO*
10h às 11h45 – Arte do Graffiti em Cena
Barne/Homer/Lose/Oub

11h às 12h30 – Teatro # Comunicação
Dueto # e @ - Espaço Múltiplo*

11h15 às 12h15 – Teatro de Revista
Grupo Vocal Go Gó à Brasileira – Palco -Foyer Auditório bloco da Pós-Graduação

12h às 12h30 – Teatro Musical
Duo Cactos – Palco - Food Truck –Estacionamento E8

12h às 12h30 – Ária do Fantasma da Ópera
Palco Biblioteca

12h30 às 13h – Teatro Musical
Choro e Seresta- Palco -Foyer Auditório bloco da Pós-Graduação

13h às 13h30 – Ária do Fantasma da Ópera
Palco –Biblioteca

13h às 13h45 –Teatro Musical
Instrumental – Deni Ribas - Palco - Foyer Auditório bloco da Pós-Graduação

BLOCO AMARELO
12h30 às 13h – Teatro
Clown Musical – Palco – Cantina

13h às 13h30 – Teatro Musical
Jazz Brasil – Palco Cantina

13h às 14h – Teatro Musical
Lenhador Parrudo - Trio Pop Rock – Palco - Foyer

PALCO - FOYER BLOCO BEGE
11h30 às 12h - Dança Brasil Espanha
Cia Aire Flamenco

PALCO - EIXO CENTRAL
12h às 14h – Graffiti
Traços em Passos - Barne/Homer/Lose/Oub

13h às 14h – Dança
Traços em Passos – Cia de Dança Backstage e Grafiteiros

08/09 - Sexta-feira

ESPAÇO MÚLTIPLO*
11h às 12h – Teatro # Comunicação
Dueto # e @ - Espaço Múltiplo*

11h30 às 12h – Teatro Musical
Illvminata - Palco - Foyer Auditório bloco da Pós-Graduação

12h às 12h30 – Dança
Dança de Salão Curitiba – Flor D`Elis - Palco -Foyer Auditório bloco da Pós-Graduação

12h30 às 13h30 – Teatro Musical
Choro e Seresta - Palco - Foyer Auditório bloco Pós-Graduação

13h às 13h30 - Teatro # Comunicação
Dueto # e @ Espaço Múltiplo*

13h30 às 14h –Teatro Musical
Jazz Brasil – Palco Food Truck

PALCO CANTINA DO BLOCO AMARELO
12h às 12h30 – Teatro Musical
Duo Cactos

BLOCO AZUL
12h30 às 13h - Teatro
Clown Musical – Palco -Cantina

13h às 13h30 – Teatro Musical
Illvminata – Palco - Foyer

13h30 às 14h- Dança
Cias de Dança - Studio Juliana Ribeiro / Grupo Corpo e Arte/ Cia Masculina de Dança Jair Moraes - Palco - Foyer

BLOCO BEGE
13h às 13h30 – Dança
Dança de Salão Curitiba – Flor D`Elis – Palco Foyer

PALCO - EIXO CENTRAL
13h30 às 14h – Dança
Traços em Passos – Cia de Dança Backstage e Grafiteiros

09/09 – Sábado

ESPAÇO MULTIPLO *
11h às 12h - Teatro # Comunicação
Dueto # e @ - Espaço Múltiplo*

12h às 13h – Teatro Musical
Choro e Seresta - Foyer Aud. Pós Grad.

13h às 14h – Dança
Cia de Dança Backstage - Foyer Aud. Pós Grad.

14h às 15h – Teatro # Comunicação
Dueto # e @ - Espaço Múltiplo*

Sobre a Universidade Positivo - A Universidade Positivo (UP) concentra, na Educação Superior, a experiência educacional de mais de quatro décadas do Grupo Positivo. A instituição teve origem em 1988 com as Faculdades Positivo, que, dez anos depois, foram transformadas no Centro Universitário Positivo (UnicenP). Em 2008, foi autorizada pelo Ministério da Educação a ser transformada em Universidade. Atualmente, oferece 57 cursos de Graduação presenciais (35 cursos de Bacharelado e Licenciatura e 22 Cursos Superiores de Tecnologia), três programas de Doutorado, quatro programas de Mestrado, centenas de programas de Especialização e MBA e dezenas de programas de Extensão. A UP conta com sete unidades em Curitiba, uma unidade em Londrina (PR), além de polos de Educação à Distância (EAD) em mais de 20 cidades espalhadas pelo Brasil. É considerada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) a melhor universidade privada do Paraná, pelo quinto ano consecutivo.

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Um alerta sobre o uso excessivo das telas

Para a diretora do Colégio Santa Inês, Ir. Celassi Dalpiaz, o excesso de exposição de crianças e jovens no mundo virtual pode restringir as relações sociais

Que a tecnologia veio pra ficar, ninguém discute. Em meio a tantas "telas", cada vez mais atraentes, é preciso ter uma atenção ainda maior com as crianças e jovens, principalmente na grande exposição diante desses meios. "Há uma dicotomia entre a necessidade e o excesso, o que não estabelece uma comunicação saudável com o ambiente em que estão inseridos e provoca restrições nas relações sociais", explica a diretora do Colégio Santa Inês e pedagoga, Irmã Celassi Dalpiaz.

É fato que o uso dessas tecnologias trouxe inúmeros benefícios como a facilidade de conexão com o mundo. No meio da educação, houve enormes mudanças, trazendo novas possibilidades de aprendizados e tornando o ensino mais dinâmico. No entanto, mesmo com imensuráveis vantagens, como ajudar os pais e educadores na medição da dependência que existe em relação à tecnologia? Para a diretora do Santa Inês, é aí que entra um elemento essencial: a relação honesta entre pais e filhos. "Esse relacionamento precisa ter o objetivo de proteger e ajudar as crianças e jovens a se beneficiarem, na medida certa, do mundo sem fronteiras ao seu alcance. E isso requer um maior cuidado e vigilância das famílias", ressalta.

Cada vez mais o momento importante do olho no olho, do abraço e da percepção real do sentimento tem ficado de lado. A necessidade de estar o tempo todo conectado, registrar e comunicar tudo que faz em uma página da internet tornou-se uma rotina na vida de muitas pessoas. Para a pedagoga, é preciso que haja um diálogo aberto entre pais e educadores para com as crianças e jovens, fazê-los entender que existem limites no mundo virtual. "Como adultos, nos cabe mediar a necessidade e contrapor o excesso, buscando, juntos, a medida exata. É de nossa responsabilidade encontrar esse equilíbrio, garantindo a tão necessária convivência social. Temos grandes possibilidades de dirimir essa dicotomia e preservar as relações", salienta a Irmã.

quinta-feira, 13 de julho de 2017

3Rw Radiante Recreio Lidera Temporada de Entrevistas em Rádios Web de OJR,M


Tem início no próximo dia 24 de julho, às 18h a temporada de entrevistas, reunindo todas já divulgadas nas rádios web de OJR,M. A 3Rw (Radiante Recreio Rádio Web ) lidera o período com o programa Entrevistas Radiante , em horário exclusivo, após o programa Recreio de Boa Memória nesse dia . Na sexta-feira, dia 28, no horário habitual do programa de entrevistas, às 17h, na 3Rw, haverá reapresentação das entrevistas, o que também será feito no horário habitual na RMWr , a partir das 18h, reapresentando as primeiras entrevistas.  Sendo assim, o ouvinte tem duas opções, podendo antecipar sua audiência na segunda-feira, mas apenas na 3Rw. Ou deixando pra sexta-feira em seguida com mais duas opções de horário. A Temporada de Entrevistas contará com entrevistas já divulgadas nos programas Ronaldo de Nazareth, Entrevistas Radiante e outros momentos.Veja a programação em JR MINAS 
Como anunciar em nossas Temporadas em LOJA ANO RADIANTE

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Energisa prorroga Campanha de Negociação de Dívida até dia 16 (DEZ/2016)

Até o dia 16 de dezembro, os consumidores com conta em atraso há mais de 30 dias encontrarão facilidades no pagamento, por meio de uma negociação personalizada e com uma série de benefícios. Durante este período, o cliente terá isenções de todas as taxas financeiras, ou seja, não pagarão multa, mora, juros de financiamento e correção monetária. E ainda poderão dividir em até oito parcelas. INFORME-SE AQUI

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Professor, você ainda está aí?


Daniel Medeiros*
Eu menino, tímido, filho de um sargento e de uma dona de casa, morando no limite da periferia, a maior favela da cidade era a minha varanda, uma avenida de ônibus e caminhões, o meu quintal. A escola era o meu remanso, meu espaço de construção da utopia que povoava meus sonhos já tão intensos. Mas eu não tinha palavras para dar ao que habitava meus pensamentos. Carecia de conceitos, fundamentos. Tudo era só mangas e cajus, areia e céu sem nuvens, formigas e lagartas, sujeira e muros, asfalto, cheiro de fumaça azulada. Insônias e temores.
A escola era o oásis do deserto do cotidiano de dores. Da porta para dentro, havia adultos que olhavam para mim, perguntavam o que eu sabia e se eu tinha alguma pergunta. Havia livros com imagens do universo e dos micróbios, dos macacos de olhos claros e das doenças que arrepiavam os pelos dos meus braços. Havia a estória de baleia, a cachorra que sonhava com preás e que me fez desejar pela primeira vez, ser escritor. Havia desenhos, ângulos, fórmulas, havia colegas com olhos de fascínio e desconhecimento, medo e avidez por um campo que se abria e florava (cactos) e ficava cada vez mais árduo e quente, intenso e áspero.
E havia aqueles adultos que não me negavam o tempo, o espaço, a moldura de quadros de outras épocas, visões do paraíso e do purgatório, “deus ao mar, o perigo e o abismo deu, mas nele é que espelhou o céu.” E eu bebia e não me fartava.
O que seria de quem eu sou se não fossem aqueles adultos cujos nomes me escapam mas cuja tessitura de minha alma tem fios de seus corpos entrelaçados?
O que seria de quem eu sempre quis ser sem horizontes alargados por seus repertórios e consciências?
O que seria de quem ainda sonho em ser sem o compromisso que acertei silenciosamente com eles de não deixar romper o elo da corrente?
Professores! Desde a primeira, a quem ainda chamava “tia”, tia Adla, que um dia, nos meus parcos 7 anos, disse-me as primeiras palavras de incentivo. E o professor Albuquerque, sisudo, seco como o Fabiano que me apresentou, seiva em minha vida seca de guri sem graça. E o professor Teixeira que nos impunha provas orais, pânico antes da convocação, glória depois das respostas dadas à custa de noites mal dormidas. O professor Alcides, observador arguto de minhas letras ainda tortas mas aparentemente promissoras. E outras e outros. Minha vida é um mosaico de suas palavras e entregas.
E aí, 15 de outubro, dizem-me: “feliz dia do professor”. E eu apenas sorrio, ainda tímido, meus pais ainda vivos e orgulhosos do filho “famoso”, que aparece na TV e escreve pros jornais.
Mas meu sorriso é para eles. Mestres da minha vida. Estradas. Meu caminhar não seria mais do que quebrar galhos e tropeçar em minhas próprias pernas sem seus olhares carinhosos, atentos, severos, honestos, profundos, responsáveis.
 E há quem pense ser possível esse país ser algo sem que eles estejam à frente.
Ah, quimera. Ah. Que lástima.
*Daniel Medeiros é Doutor em Educação Histórica pela UFPR. Professor do Curso Positivo, trabalha com esse sonho há 32 anos.

sábado, 1 de outubro de 2016

Eco Chef Tonny Nascimento



Tonny Nascimento, Eco Chef dedicado à Cozinha Vegetal Retroalimentar e consultor em Gastronomia apresenta diversos cursos . Informe-se pelo  vegetalcozinha@gmail.com